Politica

Acre e Pará recebem kits de equipagem e formações para fortalecer políticas de igualdade racial

Órgãos e conselhos de políticas de promoção da igualdade racial dos estados do Acre e Pará foram contemplados, nessa quinta-feira (13), com kits de equipagem essenciais para fortalecer a coordenação e a articulação das políticas públicas de enfrentamento ao racismo e promoção da igualdade racial.

As solenidades ocorreram no Museu dos Povos Acreanos, em Rio Branco (AC) e na Escola de Governança Pública do Estado do Pará (EGPA), em Belém, beneficiando diretamente os municípios de Assis Brasil (AC) e Ponta de Pedras (PA).

Os kits entregues incluíam bebedouro, televisão, refrigerador e veículo, proporcionando melhores condições de trabalho aos gestores públicos de igualdade racial. Representando o Ministério da Igualdade Racial (MIR), estiveram presentes as coordenadoras Ana Rita Santiago e Leonice Mourad na solenidade no Acre, enquanto Melina Lima representou o MIR no evento no Pará.

Ana Rita Santiago destacou a importância da iniciativa. “A entrega é uma oportunidade de possibilitar que os gestores públicos de igualdade racial tenham mais e melhores condições de trabalho e compromisso com as políticas que estão sendo gestadas no município, mas que também estão sendo compartilhadas e incentivadas pelo governo federal.”

Leonice Mourad sublinhou o alcance da ação, mencionando que a entrega dos kits para Assis Brasil auxilia na promoção da igualdade racial no município. “É uma das entregas que estavam pendentes. O MIR esteve aqui no mês de abril fazendo outras entregas, mas, devido às cheias, esta não pôde ser realizada naquele momento. Agora estamos cumprindo a última etapa do edital 4/2022 no estado,” declarou Leonice.

No Pará, Melina Lima, compartilhou um panorama sobre Ponta de Pedras, o primeiro município do Marajó a receber itens para a estruturação do órgão de promoção da igualdade racial. “Com mais de 80% da população negra, a adesão do Sinapir nesse município é crucial. Realizamos mais uma entrega com o intuito de viabilizar ainda mais as ações afirmativas de políticas de igualdade,” ressaltou Lima.

Trilha Formativa sobre Racismo Ambiental – O evento realizado no auditório Chico Mendes, no Acre, reuniu representantes governamentais, comunitários, de movimentos sociais, universidades e comunidades tradicionais para discutir direitos humanos e igualdade racial.

A Trilha Formativa sobre Racismo Ambiental, faz parte do projeto “Sinapir em Movimento”, e abordou os desafios históricos e atuais enfrentados pelos povos da floresta no Acre, enfatizando a vulnerabilidade das populações ribeirinhas e dos povos das águas, frequentemente vítimas do racismo ambiental e das consequências climáticas, como enchentes e secas.

“A adesão ao Sinapir nesse município é muito importante para viabilizar ainda mais as ações afirmativas de políticas de igualdade,” destacou Leonice Mourad.

Ana Rita Santiago também ministrou uma oficina de adesão ao Sinapir, orientando municípios que ainda não aderiram ao sistema, promovendo a igualdade racial e o fortalecimento das políticas públicas no estado. “Essas formações são essenciais para capacitar os gestores e avançar na implementação das políticas de igualdade racial,” afirmou Ana Rita.

Essas ações refletem o compromisso do governo federal em promover a igualdade racial e fortalecer os órgãos que trabalham diretamente na implementação de políticas públicas voltadas para a superação do racismo no Brasil.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo